NÃO DEIXE DE ORAR PELOS ENFERMOS!




Amilton Alvares*

Faz algumas semanas que estamos convivendo com o ambiente hospitalar. Minha esposa fez uma cirurgia radical no joelho – prótese total. Como sempre fazemos diante de lutas e obstáculos, oramos. E seguimos em oração. A nossa confiança está depositada no Senhor. Cremos que o joelho da minha esposa será completamente restaurado. Deus é bom, o médico é competente, a cirurgia foi bem-sucedida e muitos amigos estão nos sustentando em oração. Estamos agora na dura e difícil fase da fisioterapia. A recuperação é lenta, mas avança. Quero tranquilizar os nossos amigos. Três anos atrás minha esposa fez a mesma cirurgia no outro joelho e a recuperação foi satisfatória. A recuperação na segunda cirurgia está dando um pouco mais de trabalho, mas estamos confiantes no Senhor. Deus proverá!

É no hospital que a gente vê como os enfermos precisam de oração. Somos tímidos nesse ofício. Jesus sempre dedicou atenção aos portadores de necessidades especiais e curou muitos enfermos. Ele disse: – Aquele que crê em mim fará também as obras que eu tenho realizado. E fará coisas ainda maiores (João 14.12). Precisamos ser mais ousados quando oramos pelos enfermos. Enquanto estive no hospital, veio à minha mente o texto de Marcos 16. Nesse relato bíblico, encontramos o Senhor ressurreto diante de seus discípulos. O fato se deu pouco antes de Jesus ascender ao céu; Ele deixava as últimas orientações aos discípulos e disse-lhes: – Ide por todo o mundo e pregai o Evangelho a toda criatura. Quem crer e for batizado será salvo, mas quem não crer será condenado. Estes milagres acompanharão os que crerem: expulsarão demônios em meu nome, falarão novas línguas, manusearão serpentes e, se beberem algum veneno mortal, não lhes fará mal; imporão as mãos aos enfermos e eles ficarão curados.

Somos homens de pequena fé. Para o Senhor  – o impor as mãos sobre os enfermos, para que sejam curados em nome de Jesus – é fato corriqueiro, manifestação do poder de Deus: – “Estes milagres acompanharão os que crerem”. Como nos falta fé e ousadia para orar e pedir que os enfermos sejam curados! Somos discípulos de Jesus, mas em nossa timidez deixamos de testemunhar milagres. Senhor, aumenta a nossa fé! Dá-nos a firme convicção de que a tua palavra é poderosa para salvar os perdidos e também é viva e eficaz para curar os enfermos.

Aprendamos com o Senhor. Tenhamos em mente que somos vasos de barro, sem esquecer que os discípulos também foram frágeis na fé. O próprio Senhor Jesus muitas vezes admoestou os discípulos, chamando-os de homens de pequena fé (Mt 8.26). Aprendamos com os discípulos de Jesus. Mesmo sendo homens de pequena fé, realizaram muitas curas e milagres. Tropeçaram, mas se levantaram e levaram uma vida de triunfo, realizando curas e milagres em nome de Jesus. Vale o desafio para nos espelharmos nos discípulos, homens de pequena fé que muito produziram para o Reino de Deus. Que o Senhor nos capacite a cumprir a santa missão de anunciar a Salvação de Jesus de Nazaré, levar boas notícias aos pobres, cuidar dos que estão com o coração quebrantado, anunciar liberdade aos cativos e libertação das trevas aos prisioneiros (Isaías 61). Que o Senhor nos capacite a orar destemidamente pelos enfermos e nos conceda o privilégio de ver muitos milagres.

Publicação: Portal do RI (Registro de Imóveis) | O Portal das informações notariais, registrais e imobiliárias!

Para acompanhar as notícias do Portal do RI, siga-nos no twitter, curta a nossa página no facebook e/ou assine nosso boletim eletrônico (newsletter), diário e gratuito.

* O autor é Procurador da República aposentado, Oficial do 2º Registro de Imóveis, Títulos e Documentos e Civil de Pessoa Jurídica da Comarca de São José dos Campos/SP, colaborador do Portal do Registro de Imóveis (www.PORTALdoRI.com.br) e colunista do Boletim Eletrônico, diário e gratuito, do Portal do RI.

Como citar este devocional: ALVARES, Amilton. NÃO DEIXE DE ORAR PELOS ENFERMOS. Boletim Eletrônico do Portal do RI nº. 066/2019, de 05/04/2019. Disponível em https://www.portaldori.com.br/2019/04/05/nao-deixe-de-orar-pelos-enfermos/

Deixe seu comentário

XHTML: Você pode usar estas tags: <a href="" title=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <s> <strike> <strong>