Incra conhece modelo espanhol de cadastro rural




Na reunião, foram discutidos temas relacionados ao cadastro de imóveis rurais, sistema de informação territorial e uso de tecnologias de geoprocessamento para gestão fundiária

O diretor de Ordenamento da Estrutura Fundiária do Incra, Richard Martins Torsiano, recebeu, no dia 14/3, na sede da autarquia, em Brasília, o diretor de Geosoluções e Cadastro da empresa espanhola El Corte Inglés Informática, Ignacio Durán Boó. Foram discutidos temas relacionados ao cadastro de imóveis rurais, sistema de informação territorial e uso de tecnologias de geoprocessamento para gestão fundiária. Participaram da reunião a coordenadora geral de Cadastro do Incra, Selma Helena Cirne Padinha, e o coordenador geral de Cartografia da autarquia, Cláudio Roberto Siqueira da Silva.

Ignacio Boó é ex-dirigente da Direção Geral de Cadastro Imobiliário do Governo da Espanha e atuou na implantação do sistema cadastral imobiliário espanhol, considerando referência em gestão territorial. Atualmente, ele é diretor da empresa El Corte Inglés Informática, que desenvolve e opera sistemas cadastrais na Europa e na América Latina.

Richard Torsiano falou dos avanços já obtidos na governança fundiária no Brasil, nas áreas de regularização fundiária, certificação e gestão cadastral de imóveis rurais. Ele destacou, também, a implantação do Sistema de Gestão Fundiária (Sigef), a modernização do Sistema Nacional de Cadastro Rural (SNCR) e a integração das bases de dados existentes sobre domínio e uso da malha fundiária. “As ações implantadas pelo Incra têm como objetivos oferecer soluções aos produtores rurais, ampliar a transparência e o controle sobre os dados literais e cartográficos, além de qualificar a gestão territorial do país.”

Para o diretor do Incra, o intercâmbio com outras instituições e empresas que desenvolvem sistemas cadastrais é importante para o desenvolvimento do Cadastro Nacional de Imóveis Rurais (CNIR), que integrará as bases de dados fundiária e tributária. A iniciativa vai melhorar a gestão do território e proporcionar maior segurança jurídica aos negócios imobiliários realizados no Brasil.

Boó indicou como um caminho interessante para o Brasil a experiência espanhola de gerenciamento de informações cadastrais de imóveis, que podem ser acessadas por qualquer cidadão. “É importante para facilitar o controle social do banco de dados brasileiro”, afirmou.

Fonte: IRIB | 16/03/2016.

Publicação: Portal do RI (Registro de Imóveis) | O Portal das informações notariais, registrais e imobiliárias!

Para acompanhar as notícias do Portal do RI, siga-nos no twitter, curta a nossa página no facebook, assine nosso boletim eletrônico (newsletter), diário e gratuito, ou cadastre-se em nosso site.

Deixe seu comentário

XHTML: Você pode usar estas tags: <a href="" title=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <s> <strike> <strong>