POVO REBELDE E OBSTINADO – Amilton Alvares




A nossa tendência é culpar os governantes. E nessa hora não lembramos que o governante saiu do povo para governar. A suma disso é que o político é alvo de nossa indignação e assim deixamos de olhar para nós mesmos. Esquecemos que a corrupção está no DNA da raça humana. O pecado fez o estrago e tudo está bem explicadinho na Bíblia: “Porque os homens desprezaram o conhecimento de Deus, o próprio Deus os entregou a uma disposição mental reprovável para a prática de coisas inconvenientes” (Romanos 1:28). Somos todos pecadores. Não há um só justo. Essa é a dura realidade, quer você goste ou não dessa conclusão.

Tropeçamos e erramos porque queremos fazer as coisas do nosso jeito. Dizemos ou pensamos – “Deixa Deus cuidar do seu céu, porque, aqui na terra, cuido eu da minha vida”. No fundo, acreditamos que podemos cuidar da nossa vida, fazer e acontecer, deixando Deus à margem. Caímos e levantamos; somos teimosos e obstinados, aí Deus, às vezes, tem de permitir alguma tribulação ou tragédia para dar uma sacudida na gente. E se esse é o seu caso, se a tribulação levou você a se encontrar com o seu Salvador, dê glória a Deus por isso. Talvez você tenha adquirido maior compreensão daquilo que pode ser qualificado como “gloriar-se nas próprias tribulações”.

Precisamos aprender a ouvir e ver os sinais do Espírito Santo. Antes de sair por aí, querendo resolver tudo no braço ou na própria força, precisamos pedir discernimento espiritual a Deus. A proposta de Deus é de que não andemos conforme o curso deste mundo, porque se nos conformarmos com o andar da carruagem isso não vai nos fazer felizes. Precisamos compreender que somos forasteiros e peregrinos neste mundo. A nossa pátria está no céu. Lá não haverá mais choro, nem pranto nem dor, mas aqui estamos inseridos num ambiente de sofrimento. Somos todos culpados e precisamos do Salvador. O discurso de Estevão perante o Sinédrio, antes de seu apedrejamento, ainda é atual e exige reflexão: “Povo rebelde, obstinado de coração e ouvidos! Vocês são iguais aos seus antepassados: sempre resistem ao Espírito Santo!” (Atos 7:51). Estevão morreu apedrejado, mas, ali, Deus começou a tocar o coração de Paulo para se engajar na obra, por isso a igreja chegou até nós (Atos 7:58). Não podemos nos enganar e achar que só os políticos são corruptos. Precisamos conter a nossa rebeldia e obstinação. E a cegueira também! Se não resistirmos ao Espírito, naturalmente chegaremos à conclusão de que precisamos da salvação de Jesus de Nazaré. Quanto à política, podemos e devemos orar para Deus levantar um Paulo, um Estevão ou uma Débora para conduzir esta nação. Oremos pelo Brasil!

_____________

* O autor é Procurador da República aposentado, Oficial do 2º Registro de Imóveis, Títulos e Documentos e Civil de Pessoa Jurídica da Comarca de São José dos Campos/SP, colaborador do Portal do Registro de Imóveis (www.PORTALdoRI.com.br) e colunista do Boletim Eletrônico, diário e gratuito, do Portal do RI.

Como citar este devocional: ALVARES, Amilton. POVO REBELDE E OBSTINADO. Boletim Eletrônico do Portal do RI nº. 0237/2015, de 21/12/2015. Disponível em http://www.portaldori.com.br/2015/12/21/povo-rebelde-e-obstinado-amilton-alvares/. Acesso em XX/XX/XX, às XX:XX.

Publicação: Portal do RI (Registro de Imóveis) | O Portal das informações notariais, registrais e imobiliárias!

Para acompanhar as notícias do Portal do RI, siga-nos no twitter, curta a nossa página no facebook, assine nosso boletim eletrônico (newsletter), diário e gratuito, ou cadastre-se em nosso site.

Deixe seu comentário

XHTML: Você pode usar estas tags: <a href="" title=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <s> <strike> <strong>