ACABOU A PIZZA ?! – Amilton Alvares




Já foi o tempo em que tudo terminava em pizza. A pecha de país da impunidade não serve mais para o Brasil. Aqui também não é mais a nação em que se dizia que prisão era coisa de pobre e de gente discriminada pela cor ou profissão. Hoje temos muita gente importante na cadeia, um senador, milionários e banqueiros, dirigentes partidários, antigos líderes governistas, ex-ministro, juiz, promotor, advogado, jornalista e até um médico famoso, casado com ex-procuradora da República.

Estamos fragilizados diante da crise econômica e moral, mas há esperança quando se vê o Brasil sendo passado a limpo. Muita torre ainda vai cair, e é bom limpar tudo antes de pavimentar os fundamentos de uma nova base; antes de dar início à construção dos novos pilares da democracia. E se devemos acreditar que não há direito à impunidade na justiça dos homens, também é preciso compreender que não há impunidade na justiça de Deus, especialmente para quem não tem a humildade de confessar os próprios pecados.

Deus odeia o pecado e reprova a conduta do pecador. Mas diferentemente dos humanos, que dificilmente esquecem os malfeitos do outro, Deus adora perdoar pecadores arrependidos. Perdão de Deus é melhor do que delação premiada. O projeto de Deus para o homem é simples: Liberdade na verdade! “Em tudo conhecereis a verdade e a verdade vos libertarᔠ(João 8:32). “Se confessarmos os nossos pecados, Ele (o próprio Deus) é fiel e justo para nos perdoar e nos purificar de toda injustiça….Se dissermos que não temos pecado a verdade não está em nós…. Se pecar, é bom saber que temos Advogado junto ao Pai, Jesus Cristo, o justo, que deu a vida por nós pecadores” (1ª João 1:9-10 e 2:1-2)). Precisamos ter discernimento espiritual. Há uma frota de navios de pecadores a caminho do inferno. Se chamado à vida novamente, Castro Alves certamente repetiria o seu brado: “Senhor Deus dos desgraçados! Dizei-me vós, Senhor Deus! Se é loucura ou se é verdade tanto horror perante os céus?! (O Navio Negreiro)*. Em termos espirituais, estamos numa prisão pior do que a da turma do petrolão, algemados às nossas próprias maldades, ambiguidades e idiossincrasias. Na jornada rumo à eternidade é tempo de descer do barco e mudar de direção. O Brasil está mudando e você também pode mudar! Deus está à sua espera em porto seguro. É bom trazer à memória a verdade que pode nos dar esperança. Sem arrependimento e contrição as coisas não terminarão em pizza na jornada do homem diante de Deus. A equação no lava jato de Deus é muito simples: ARREPENDIMENTO→CONFISSÃO→PERDÃO DE DEUS→RESTAURAÇÃO→MUDANÇA DE CONDUTA→VIDA ETERNA SEM PRISÃO. Melhor do que delação premiada sem pena*, porque o perdão de Deus tem efeito de anistia – Deus esquece!. Se quiser descomplicar, venha prá Jesus você também!

* Textos já publicados no Portal do RI – clique para ler: “DELAÇÃO PREMIADA SEM PENA” e “DEUS DOS DESGRAÇADOS.

__________________

O autor é Procurador da República aposentado, Oficial do 2º Registro de Imóveis, Títulos e Documentos e Civil de Pessoa Jurídica da Comarca de São José dos Campos/SP, colaborador do Portal do Registro de Imóveis (www.PORTALdoRI.com.br) e colunista do Boletim Eletrônico, diário e gratuito, do Portal do RI.

Como citar este devocional: ALVARES, Amilton. ACABOU A PIZZA?!. Boletim Eletrônico do Portal do RI nº. 0229/2015, de 09/12/2015. Disponível em. Acesso em XX/XX/XX, às XX:XX.

Publicação: Portal do RI (Registro de Imóveis) | O Portal das informações notariais, registrais e imobiliárias!

Para acompanhar as notícias do Portal do RI, siga-nos no twitter, curta a nossa página no facebook, assine nosso boletim eletrônico (newsletter), diário e gratuito, ou cadastre-se em nosso site.

Deixe seu comentário

XHTML: Você pode usar estas tags: <a href="" title=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <s> <strike> <strong>